top of page

M de mamãe!





Vamos brincar? 🥳


M de Maria.


M de Mamãe.


A letra M, que corresponde ao semítico "mem" e ao grego mu (Μ), no início era o hieróglifo utilizado pelos egípcios para água, desenhado com cinco ondinhas.

Em torno de 1.800 a.C., povos semitas — atualmente grosso modo árabes e judeus —encurtaram a letra M, que passou a ter apenas três ondas.


Mais tarde, os fenícios suprimiram outra ondinha, e no ano 800 a.C, a letra M maiúscula assumiu a forma que tem hoje, com apenas duas ondas, e duas ondas formando V com uma perninha de cada lado: M.


E quando a gente olha pra letra M ou ouve o seu som, a gente logo se lembra da palavra "mãe".



Em inglês, a palavra "mãe" ("mother") vem do inglês antigo mōdor, que por sua vez é de origem germânica. Em alemão “mãe”é Mutter, que apresenta raiz indo-europeia que aparece no latim "mater" — de que surgiu “mãe" em português — e no grego mētēr.

Estava vendo no site www.quora.com que, na grande maioria das línguas conhecidas, a palavra “mãe” tem suas raízes em sons parecidos com "mama".


Em alemão, russo, grego, polonês, espanhol, português, romeno e holandês, as crianças começam a falar chamando a "mãe" de "mama".

Em francês, os bebezinhos falam "maman" e em italiano, sueco e norueguês, "mamma".

Até mesmo em mandarim, falado na China, a palavra "mãe" soa como "māmā".

Por que essa coincidência?


Não sei, mas o neném começa a falar em geral com palavras iniciadas com M, tipo "mama", "mamã".


A primeira palavra que quase todos nós fala nesta vida é mamá ou mamãe? Dá no mesmo, porque o alimento para o corpinho e o alimento para o coraçãozinho do bebê vêm tudo dela mesma, a mais amada.


E se bobear até a palavra "amor", com esse M no meio, tem a ver com tudo isso.

A diferença hoje começa com M.


Fica a dica! 😉




Faça parte da Rede PRO: www.eupro.com.br!


Entre nos grupos de WhatsApp da Rede para receber notificações do Joguinho da Diferença, da Semana Rede Pedagógica, posts virais e muito mais! Clique aqui!



Confira neste vídeo informações sobre a assinatura PRO, que dá acesso à XVI Semana Rede Pedagógica, a todas as edições anteriores, a 2 cursos com certificado de 60 horas por ano e muito mais!






1.054 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page